8 fev 2019 às 9:32 pm

ANA define 15 barragens da Paraíba como prioridade de fiscalização até maio de 2019

Barragem da Farinha, em Patos, apresentou fissuras em 2017 — Foto: Reprodução/TV Paraíba/Arquivo

Quinze barragens da Paraíba foram definidas como prioridade e vão ser fiscalizadas pela Agência Nacional de Águas (ANA) até o final de maio deste ano. Conforme nota divulgada pela ANA na manhã desta sexta-feira (8) o plano especial de fiscalização definiu um total de 52 barragens a serem vistoriadas.

De acordo com a lista divulgada pela ANA, das 15 barragens definidas como prioridade na Paraíba, seis são de responsabilidade do Secretaria de Infraestrutura, dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia, cinco são de responsabilidade do Departamentos Nacional de Obras Contra as Secas (Dnocs), três são administradas pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) e uma é particular, de propriedade da Global Construtora

Do total de 91 barragens listadas classificadas como de alto dano potencial e alta categoria de risco sob responsabilidade da ANA, tirandos as 52 barragens prioritárias, as 39 restantes são consideradas menos prioritárias, já que foram vistoriadas recentemente pela ANA e poderão ser vistoriadas até o fim de 2019.

Na quinta-feira (7), o governo federal havia informado que via liberar R$ 3,27 milhões para a recuperação de quatro barragens da Paraíba. No dia 1º de fevereiro o Ministério Público Federal informou que vai investigar a situação das barragens paraibanas e seus planos de segurança.

Em pronunciamento feito no programa de rádio Fala Governador no final de janeiro de 2019, o governador da Paraíba, João Azevêdo, informou que pelo menos 11 grandes barragens da Paraíba vão passar a contar com planos de segurança. Ele disse ainda que estão sendo elaborados planos específicos de segurança para cada uma das grandes barragens com objetivo de prevenir rompimentos.

Fonte: G1 PB

O que achou disso?