7 jun 2017 às 11:05 am

MPF suspeita de compra de apoio político na campanha de Henrique Alves em 2014

Segundo informações publicadas no Portal G1 Globo, o Ministério Público Federal suspeita de compra de votos e apoio político por parte da campanha do ex-ministro Henrique Eduardo Alves ao governo do Rio Grande do Norte em 2014. Alves foi preso nesta terça-feira (6) na operação Manus, que investiga o pagamento de propinas nas obras de construção da Arena das Dunas.

Uma das empresas que prestava serviços de campanha a Alves sacou R$ 2 milhões em espécie às vésperas do segundo turno da eleição de 2014, “o que gerou a suspeita concreta de que esses recursos possam ter sido utilizados para compra de votos”, segundo o procurador da República Rodrigo Telles.

No RN, no primeiro e segundo turnos, o bacurau filho de Aluízio Alves recebeu o apoio do DEMocratas, capitaneado por Zé Agripino e seu filho, deputado federal Felipe Maia. Já em Pau dos Ferros, o presidente do PMDB potiguar ganhou as bênçãos do deputado estadual Getúlio Rêgo e o atual prefeito, Leonardo Rêgo.

Será que o apoio do DEMocratas, que deixou de abraçar a campanha à reeleição da única governadora do partido em 2014, Rosalba Ciarlini, foi simplesmente ‘por amor ao RN’?

Como dizem por aí, “não existe almoço gráti$”.

Fonte: Blogdocapote.com.br

O que achou disso?