5 mar 2020 às 11:31 pm

Operação contra sonegação de impostos termina com oito presos

Quatro cidades da PB foram alvos da operação (Foto: Reprodução/Divulgação/Receita do Estado)

A Operação Noteiras terminou com oito pessoas presas, nessa quarta-feira (4), em quatro cidades da Paraíba. Outros três mandados de prisão não foram cumpridos por não encontrarem os envolvidos em casa, entre elas uma de Campina Grande, outra de João Pessoa e a terceira de Patos. A ação coordenada pela Receita Estadual, Polícia Civil e pelo Ministério Público da Paraíba (MPPB) apura empresas fictícias usadas para beneficiar grandes empresas na sonegação de impostos.

Também foram cumpridos 14 mandados de busca e apreensão nas residências, nas empresas e em escritórios de contabilidade dos envolvidos, todos expedidos pela 6ª Vara Criminal da Comarca da capital paraibana.

A “Operação Noteiras” teve por objetivo desarticular um esquema de fraude fiscal estruturada, envolvendo uma organização criminosa e um grupo de empresas que, juntas, movimentaram, de forma ilícita, aproximadamente R$ 200 milhões em mercadorias e notas fiscais inidôneas, sem o devido imposto pago, causando prejuízos de mais de R$ 36 milhões em tributos não recolhidos.

Participaram da “Operação Noteiras” 34 auditores fiscais da Fazenda Estadual, cerca 50 policiais civis e delegados e três Promotores de Justiça e as suas respectivas equipes.

Fonte: Portal Correio
5 de março de 2020

O que achou disso?