23 maio 2017 às 4:29 pm

Sindicalista diz que Professor não pode de Aposentar na PB

O professor da rede estadual que decidir se aposentar, sob gestão do governador Ricardo Coutinho, terá uma perda de R$ 895,00 a R$ 1,3 mil em sua renda, dependendo de sua qualificação. O alerta foi feito pelo sindicalista Odenilson Medeiros, vice-presidente da APLP (Associação dos Professores em Licenciatura Plena do Estado).

O sindicalista lamentou o estado de desânimo dos docentes, ante esse cenário: “É triste, mas é verdade. Com a política adotada pelo Governo de Ricardo Coutinho, uma nova classe de professores está sendo criada: professores cansados e, por vezes, adoecidos. Permanecem em salas de aulas com medo das altas perdas salariais na aposentadoria.”

Gratificações – Segundo Odenilson, até 2011, o professores tinham a GED (Gratificação de Estímulo à Docência), que correspondia a 40% sobre os vencimentos, era incorporada aos vencimentos na aposentadoria. “Foi Ricardo Coutinho quem extinguiu. Hoje, temos bolsas, sem descontos previdenciários, portanto não incorporável na aposentadoria.”

E arremata: “Essa anomalia, leva professores efetivos à terem a falsa ilusão de que estão sendo valorizados, mas quando se aposentam, eles percebem que foram iludidos. Por esta razão, os professores que estão por se aposentarem, permanecem em sala de aula, mesmo muitos deles estando com mais de 60 anos de idade e até 35 anos de contribuição.”

Tabela – Odenilson postou ainda uma tabela que mostra as perdas dos professores, em cada uma das qualificações:

Professor                                  Perda

POLIVALENTE                  R$ 895,39.
LICENCIADO                     R$ 991,46.
ESPECIALISTA                 R$ 1.055,29.
MESTRE                              R$ 1.184,35.
DOUTOR                             R$ 1303,92.
Fonte: coisasdecajazeiras.com.br

O que achou disso?