31 maio 2016 às 6:16 pm

Suspeitos de estupro vão prestar novo depoimento sobre o caso

alexaLucas Perdomo Duarte Santos, de 20 anos, e Raí de Souza, de 22 anos, presos nesta segunda-feira (30), suspeitos de terem participado do estupro coletivo de uma jovem na Zona Oeste do Rio, vão prestar novo depoimento nesta terça-feira (31), desta vez na Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV). A informação é do advogado de Raí, Alexandre Santana.

Alexandre negou novamente que seu cliente tenha participado do estupro, mas confirmou que o telefone usado para fazer as imagens é dele. Segundo ele, no entanto, quem fez as imagens foi outro homem “Segundo ele [Raí de Souza], foi um tal de Jeffinho”, diz Alexandre Santana.

Ambos prestaram depoimento na última sexta-feira (27), na Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI), na Cidade da Polícia.

Titular da unidade, a delegada Cristiana Bento não confirmou o nome do sétimo suspeito identificado. “Temos 30 dias pra gente concluir o inquérito, deixem a polícia trabalhar”, disse.

Lucas é jogador do time de futebol BoaVista e foi apontado como namorado da vítima. Raí chegou a afirmar que foi o autor do vídeo em que a adolescente aparece desacordada, que foi publicado em redes sociais.

A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (DCAV) realiza diligências, nesta terça-feira (31), para prender os quatro foragidos que são suspeitos de envolvimento no caso de estupro coletivo de uma jovem de 16 anos.

A polícia também tenta localizar o sétimo suspeito de participar do crime, que foi identificado nesta segunda (30) pela vítima, por meio de fotografias. O nome dele não foi divulgado.

Na segunda, foram expedidos seis mandados de prisão.

Os que continuam foragidos são Marcelo Miranda Correa, suspeito de divulgar as imagens, Raphael Assis Duarte Belo, que aparece em uma foto fazendo selfie com a jovem desacordada na cama, Sérgio Luiz da Silva Júnior, o “Da Rússia”, apontado como chefe do tráfico no Morro do Barão, e Michel Brasil da Silva, também suspeito de divulgar o vídeo.

A polícia também realiza diligências para buscar informações sobre a participação de outras pessoas no estupro coletivo.

estupro_coletivo_quatro

O que achou disso?